Dermatologia Clínica

1 - ACNE

A acne vulgar é uma das doenças dermatológicas mais freqüentes. Estima-se que 85% das pessoas entre 12 e 24 anos terão alguma forma de acne. A acne é uma doença da unidade pilosebácea, que é composta pelo folículo piloso e a glândula sebácea anexa. Áreas ricas em folículos pilosebáceos são as mais acometidas pelas lesões, tais como a face, dorso e colo. A acne vulgar é classificada em não-inflamatória (comedoniana) e inflamatória (papular, pustular e nódulo-cística) e estas podem ser graduadas em leves, moderadas e graves. No tratamento da acne utilizamos medicamentos tópicos e sistêmicos. A escolha dependerá da extensão, intensidade e duração da doença. Além disto, terapêuticas adjunvantes como peelings, laser, terapia fotodinâmica, dentre outras, poderão também ser usadas.

2 - ALERGIA

Manifestações alérgicas são comuns na pele e podem manifestar-se como dermatites de contato, urticárias e alergias a medicamentos, por exemplo. A queixa mais freqüente é coceira e manchas vermelhas no corpo. Algumas vezes testes cutâneos como o teste de contato e prick-test podem auxiliar o diagnóstico.

3 - CÂNCER DE PELE

Os principais tipos de câncer de pele são o carcinoma basocelular (CBC), o carcinoma espino-celular (CEC) e o melanoma. O mais comum e de melhor prognóstico é o CBC, seguido pelo CEC e por último, o melanoma. A radiação solar UVA e UVB tem grande participação na etiologia das lesões cutâneas pré-cancerosas e do câncer de pele. Isto reforça a importância do uso do filtro solar. Alem do exame clínico, a dermatoscopia e biópsia são importante para confirmar o diagnóstico. Reforçamos a importância do exame dermatoscópico para diagnóstico precoce de cânceres da pele, principalmente do Melanoma. O tratamento de eleição é a retirada cirúrgica. Outras modalidades são o uso de cremes como imiquimode e 5-fluorouracil, eletrocirurgia, criocirurgia, terapia fotodinâmica, dentre outras. A decisão levará em consideração o tipo de câncer da pele, a localização e grau de invasão das lesões.

4 - DERMATITE SEBORRÉICA

A dermatite seborréica é uma doença crônica, recorrente, caracterizada por lesões eritematosas recobertas por escamas, distribuídas em áreas ricas em glândulas sebáceas como face, couro cabeludo, colo, parte superior do tronco e flexuras. A tensão emocional é um fator agravante comum.

5 - DERMATITE ATÓPICA

A dermatite atopica é uma doença crônica, caracterizada por surtos de lesões eczematosas, pruriginosas e períodos de acalmia. Está associada à asma e rinite alérgica. Na etiologia participam fatores genéticos, imunológicos e não-imunológicos. É constatação habitual, a secura da pele dos atopicos. Há alterações no manto lipídico cutâneo. O quadro clínico é dividido em três períodos: infância, período pré-puberal e idade adulta. O tratamento inclui cuidados gerais com hidratação, banhos, unhas, ambiente, roupas, alimentos, alem de medicamentos tópicos e às vezes, sistêmicos.

6 - HANSENÍASE

A hanseníase é uma doença infecciosa, causada pelo Mycobacterium leprae, microorganismo que acomete principalmente a pele e os nervos do corpo. O quadro clínico é de manchas brancas ou eritematosas com alteração da sensibilidade. A transmissão se dá pelo contato direto com indivíduo contaminado através de gotículas de saliva. Outra possibilidade é o contato direto com a pele através de feridas de doentes. É necessário contato estreito com o paciente bacilífero para que haja a contaminação, como a convivência de familiares na mesma residência. Daí a importância do exame dos familiares do doente de hanseníase. O período de incubação varia de 2 a 7 anos e entre os fatores predisponentes estão o baixo nível sócio-econômico e a desnutrição. O Brasil ainda tem elevados índices de hanseníase, ficando atrás apenas da Índia. O tratamento da hanseníase é feito com o esquema de poliquimioterapia e o tempo de tratamento varia de acordo com a classificação do paciente. A hanseníase tem cura.

7 - LUPUS ERITEMATOSO

O Lúpus Eritematoso é uma doença auto-imune, isto é, em que são formados anticorpos contra as próprias células do organismo. Caracteriza-se pela presença de lesões vásculo-cutâneas localizadas ou disseminadas. As lesões cutâneas acometem principalmente as áreas expostas à luz solar, sendo os raios ultravioletas responsáveis pela indução ou agravamento das lesões de pele. Há formas puramente cutâneas como o Lúpus Eritematoso Discóide e formas em que diversos órgãos são acometidos como o lúpus Eritematoso Sistêmico.

8 - MELASMA

O melasma é caracterizado pelo surgimento de manchas de cor castanho-claro a escura, localizadas nas áreas expostas à luz solar. Acomete principalmente mulheres. A etiologia ainda não é completamente esclarecida, no entanto sabe-se que fatores genéticos, hormonais e exposição solar contribuem para o aparecimento das lesões. Para tratamentos, utiliza-se medicamentos clareadores tópicos, peelings, LASERs , vitaminas , dentre outros. Os objetivos são Proteção em relação à radiação solar, inibição da síntese de melanina e remoção dos grânulos de melanina.

9 - PSORÍASE

A psoríase é uma doença inflamatória crônica caracterizadas pela presença de lesões eritêmato-descamativas principalmente nos cotovelos, joelhos, nuca, couro cabeludo e região sacral, mas qualquer região do corpo pode ser acometida.É benigna e sua etiologia relaciona-se à transmissão genética e fatores ambientais como estresse, uso de algumas medicações. Afeta 1 a 3% da população mundial. Acomete igualmente homens e mulheres.Existem dois picos de idade de prevalência: antes dos 30 e após os 50 anos. A psoríase é tratada com medicações tópicas e sistêmicas, dependendo da extensão e gravidade do caso.

10 - VITILIGO

Vitiligo é uma doença não-contagiosa caracterizada pela perda da pigmentação natural da pele. Sua etiologia ainda é discutida, embora o fator autoimune pareça ser importante. Sabe-se que o estresse físico, emocional, e ansiedade são fatores comuns no desencadeamento ou agravamento da doença. A doença pode surgir em qualquer idade, sendo mais comum em duas faixas etárias: 10 a 15 anos e 20 a 40 anos. Acomete principalmente a face, mãos e genitais. O vitiligo tem tratamento e é possível reversão completa das lesões acrômicas.

Endereço: Avenida Hermes da Fonseca, 1078, Tirol - Natal/RN | Telefone: 84 2020 5862 / 3221 3758 / 9932 1417 | E-mail: contato@reginajales.com.br